CuriosidadesDicasTurismo

Grávidas podem viajar de avião?

Aviao shutterstock 1478409962

De acordo com o ranking da revista Condé Nast Traveler, o avião é o segundo meio de transporte mais seguro do mundo | Crédito: Shutterstock

Como deixar a mala de viagem mais leve

Essa é uma dúvida muito comum por mamães que estão esperando o seu primeiro bebê. E já podemos adiantar que o fato de estar grávida não te impede de viajar! Porém, há algumas observações e instruções que precisam ser seguidas. Neste post, vamos explicar direitinho se grávidas podem viajar de avião.

Antes de mais nada, é sempre bom consultar um médico. O profissional da área poderá acompanhar de perto cada caso, dando a orientação correta e necessária.

Mas, em geral, grávidas podem viajar de avião?

Gravida Aviao shutterstock 1114098845

Em geral, não há nenhuma contraindicação para que grávidas viajem de avião | Crédito: Shutterstock

7 dicas para superar o medo de viajar de avião
7 motivos que explicam por que viajar faz bem

Muitas das companhias aéreas aceita grávidas até os 7 meses (35 semanas). Caso seja necessário viajar depois desse período, as gestantes podem solicitar uma permissão médica, autorizando a viagem. Mas, antes de qualquer coisa, busque se informar junto à companhia aérea sobre as políticas que envolvem essa questão.

A grande maioria pede por atestado médico, emitido até 10 dias antes da viagem e no qual devem constar a origem, o destino e a semana de gestação. Além disso, deve-se ter uma autorização do médico especialista e uma declaração de responsabilidade assinada pela grávida e pelo médico.

Caso você possa planejar a data da viagem, o mais conveniente e indicado é viajar depois do terceiro mês de gestação. Mas, se tiver que viajar antes, não há, em geral, uma contraindicação.

Se a mulher estiver grávida a partir das 38 semanas, algumas empresas só permitem se a viagem for de extrema urgência. Em alguns casos, apenas se estiver acompanhada pelo médico. Também é preciso considerar que alguns países têm regras diferentes para o translado de grávidas, como é o caso do Peru. Ao mesmo tempo, há instituições que recomendam que a pessoa não marque o voo nem nos sete dias antes do parto, nem nos sete dias depois.

Dicas valiosas para grávidas que pretendem viajar de avião

Mulher Aviao shutterstock 1215826561

Além de ser segura, a viagem de avião pode ser bem mais rápida do que outros meios de transporte | Crédito: Shutterstock

Se a viagem é mais longa, é sempre bom pedir ao médico uma indicação de profissional no destino para onde se vai. Isso porque é importante acompanhar a gestação e contar com alguém que possa ajudar em casos de emergência. Da mesma forma, nesses momentos (e em todos os outros!) vale contratar um seguro-viagem.

Ao entrar no avião, tirar os sapatos ajuda, pois é muito provável que os pés e pernas inchem durante a viagem. É importante beber bastante água, bem como evitar alimentos e bebidas indigestas. Se possível, levantar e caminhar um pouco para esticar as pernas, pode melhorar a circulação.

Outra dica valiosa na hora de voar é escolher assentos perto das asas ou na frente do avião. Assim, a grávida sentirá menos o movimento do avião e as turbulências. O cinto deve estar sempre afivelado, mas abaixo da barriga.

Viagem de avião: qual é o melhor lugar onde se sentar

Lembrando que é normal, principalmente, nos momentos de decolagem e aterrissagem, que a grávida sinta enjoos, ouvidos tapados e tontura. Isso acontece devido a mudanças na pressão do avião e não representa nenhum risco para o bebê e a mamãe. Então podem viajar tranquilos que todos estarão seguros!

Agora você já sabe se grávidas podem viajar de avião e como tornar essa experiência mais segura! Compartilhe essas dicas com outras mamães e boa viagem!

Fonte: https://www.segueviagem.com.br/blog/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.