Sem categoria

Paris: conheça os points que aparecem na série “Emily em Paris”

Icônica e apaixonante. Essas duas palavras com certeza descrevem Paris, a francesa mais conhecida do mundo e que já foi cenário para diversas gravações. Inclusive, neste ano a Netflix trouxe uma série ambientada no destino: Emily em Paris. A trama conta a história de uma jovem americana que consegue um emprego na Cidade-Luz. De quebra, mostra pontos turísticos pra lá de irresistíveis. Bora conferir alguns deles agora mesmo?

1. JARDIN DU PALAIS ROYAL

shutterstock Palai Royal Credito editorial Mistervlad Shutterstock.com

Jardin du Palais Royal – Paris – França | Credito editorial: Mistervlad/Shutterstock.com

Próximo ao Museu do Louvre e ao Rio Sena, é o local onde Emily conhece Mindy. Encantador, o jardim é lindo em todas as estações do ano. Em outras palavras, é um refúgio e tanto em Paris. Quer conhecê-lo? Então dedique um tempinho para explorar também seus arredores. Afinal, por ali dá para encontrar galerias de arte, lojas, cafés e restaurantes.

2. ATELIER DES LUMIÈRES

shutterstock Atelier des Lumieres Credito editorial Pack Shot Shutterstock.com

Atelier des Lumières – Paris – França | Credito editorial: Pack Shot/Shutterstock.com

Centro de arte digital, o Atelier des Lumières foi inaugurado em 2018 com obras do pintor austríaco Gustav Klimt. O espaço é famoso pelas projeções em telões com até sete metros de altura. Durante a série, os personagens vão até lá a fim de conferir as obras de arte de Van Gogh. Hoje, no entanto, está em exposição o trabalho de outros renomados artistas, como Renoir, Monet e Chagall, por exemplo.

3. PONTE ALEXANDRE III

shutterstock PONTE ALEXANDRE III

Ponte Alexandre III – Paris – França | Crédito: Shutterstock

Uma das mais belas pontes do mundo, ela aparece durante a divertida cena da gravação de um comercial de perfumes. Construída no coração de Paris e posicionada sobre o Rio Sena, é decorada com esculturas de crianças e mulheres, candelabros de bronze, cupidos e leões, entre outros. As estátuas mais famosas são as das quatro mulheres que domam o cavalo Pégasus, no alto dos pilares. Portanto, vale a pena fotografar!

4. ÓPERA GARNIER

shutterstock Opera Garnier Credito editorial Isogood patrick Shutterstock.com

Opera Garnier – Paris – França | Crédito editorial: Isogood patrick/Shutterstock.com

Também conhecida como Ópera de Paris, fica em um dos vários edifícios luxuosos da cidade. A Ópera aparece na série no momento em que Emily vai assistir a uma peça de balé. Tão linda por dentro quanto por fora, seu interior é marcado por peças de mármore, veludo, ouro e espelhos deslumbrantes. Além disso, a sala de espetáculos é decorada com cores em tons de vermelho e dourado. Quando estiver em Paris, vale ficar de olho na programação. Mas, caso queira apenas conhecer suas instalações, há, também, visitas guiadas que se aprofundam na história e nas curiosidades do local.

5. MONTMARTRE

shutterstock Rue Labreuvoir Paris

Rua L’abreuvoir – Montmartre – Paris – França | Crédito: Shutterstock

Badalado e o melhor ponto para curtir a Cidade-Luz de camarote, o Montmartre é o bairro perfeito para mergulhar na boemia parisiense. Concentra bares, restaurantes e cabarés, como, por exemplo, o célebre Moulin Rouge. Nem é preciso dizer que agitação noturna é uma das marcas registradas da região, né? Para completar, é ali que fica a Rua L’abreuvoir, mencionada na série como uma das mais bonitas de Paris. Como pano de fundo, destaque para a fantástica Basilique du Sacré-Coeur. A basílica é uma construção em estilo romano-bizantino que presenteia seus visitantes com uma vista arrebatadora. Ou seja: câmera sempre a postos, viu?

6. TORRE EIFFEL

Torre Eiffel - Paris | Crédito: Shutterstock

Torre Eiffel – Paris – França | Crédito: Shutterstock

Lógico que ela não poderia ficar de fora, né? Cenário não só da série, mas de inúmeros filmes, a Torre Eiffel é um dos pontos turísticos mais emblemáticos do mundo. Construída em 1889, é, sem dúvida alguma, o cartão-postal de Paris. Situada às margens do Rio Sena, do alto de seus mais de 300 metros os visitantes podem fazer um tour por sua estrutura, apreciar a vista de uma plataforma de observação com piso de vidro e conferir exposições culturais, bem como dar um pulo nos restaurantes e na loja de lembrancinhas. Os souvenires vendidos ali traduzem bem a essência parisiense.

 

E aí, enquanto não podemos viajar para a França, que tal conferir a Cidade-Luz em alguma produção? Tem alguma outra sugestão de filme ou série pra quem se amarra em conhecer lugares novos? Então conta pra gente nos comentários, pois vamos amar embarcar nessa juntinho com você!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *