Turismo

Reabertura da Argentina: brasileiros vão poder entrar a partir de 01/10/2021

Tá a fim de viajar pela América do Sul? Então saiba tudo sobre a reabertura da Argentina | Buenos Aires, a capital do país | Crédito: Shutterstock

Tá a fim de viajar pela América do Sul? Então saiba tudo sobre a reabertura da Argentina | Buenos Aires, a capital do país | Crédito: Shutterstock

Pode comemorar, porque a partir da próxima sexta-feira (24) tem início a reabertura da Argentina. Porém, vale dizer que o processo se dará em três fases diferentes. Peraí, como assim? Calma que a gente já explica. Dá só uma olhada:

Chile vai reabrir em 01/10/2021: veja todos os protocolos
Reabertura do Peru: país aceita todas as vacinas aplicadas no Brasil

1ª fase –24/09/2021: argentinos, residentes e estrangeiros que viajam a trabalho e têm autorização das autoridades migratórias vão poder entrar sem fazer quarentena.

2ª fase – 01/10/2021: pessoas que moram em países limítrofes, como o Brasil, vão poder entrar sem fazer quarentena. No entanto, só será possível entrar no país pelas vias terrestres e pelos aeroportos de Buenos Aires.

3ª fase – 01/11/2021: entrada autorizada de todos os turistas estrangeiros por todas as fronteiras, sejam elas terrestres, aéreas ou marítimas.

Exigências para passageiros vacinados

Com a reabertura da Argentina chegam também algumas exigências que todos os viajantes devem seguir. Antes de qualquer coisa, é preciso ter em mãos o certificado de vacinação que comprove que você está 100% imunizado(a) contra a COVID-19. Mas, ó, atenção: a segunda dose deve ter sido aplicada pelo menos 14 dias antes de você chegar ao país, OK?

Ainda sobre isso, aqui vai um ponto bem positivo: pelo menos até o momento, não há qualquer tipo de restrições quanto às vacinas. Portanto, se você tomou a Coronavac, vai poder desembarcar na terra dos Hermanos sem qualquer tipo de problema. Outro ponto importante: ainda não se sabe se o comprovante terá de ser em espanhol, como na versão disponível no ConecteSUS, ou se basta portar o certificado original. Assim que essa notícia sair, vamos atualizar aqui!

Por que vale a pena conhecer Bariloche, na Argentina

Além da carteirinha de vacinação, os viajantes têm de apresentar teste RT-PCR negativo para COVID-19, emitido no máximo 72h (ou seja, três dias) antes do embarque. Por outro lado, quem preferir pode fazer o teste de antígeno na chegada. De qualquer forma, os testes são pagos pelo(a) passageiro(a).

A fim de garantir a segurança de todo mundo, um novo teste RT-PCR terá de ser apresentado entre o quinto e o sétimo dia de estada no país. Não encana, pois a data vai ser definida pelas autoridades sanitárias e informada a você, viu?

Ainda não fui vacinado(a). Posso ir pra Argentina?

El Calafate Argentina shutterstock 192608255

Quem não recebeu a vacina contra a COVID-19 pode ir para a Argentina, mas precisa fazer quarentena de sete dias | El Calafate, Argentina | Crédito: Shutterstock

Sim. A reabertura da Argentina vale também para pessoas que ainda não receberam a vacina contra a COVID-19. Contudo, as exigências mudam um pouco.

Em primeiro lugar, o(a) viajante deve fazer um teste de antígeno na entrada ao país (o custo fica sob a sua responsabilidade), bem como respeitar um período de sete dias de quarentena. E é pra se manter isolado(a) de verdade: a pessoa não vai poder sair do domicílio ou do quarto do hotel enquanto não cumprir este prazo.

Fora isso, no sétimo dia o(a) turista deverá fazer um teste RT-PCR e exibir o resultado negativo para poder circular pelo país. Essas medidas valem para todos, inclusive para menores de idade.

Reabertura da Argentina vem com novas medidas

Embora o país esteja se preparando para reabrir, não se esqueça de que ainda é preciso seguir as medidas adotadas pelo destino. Afinal de contas, esse é o melhor jeito de garantir a sua segurança – e a de outras pessoas também, claro.

uso de máscaras em lugares fechados segue obrigatório. Em contrapartida, em áreas abertas – e apenas se não houver aglomerações – o uso passa a ser opcional. Atividades econômicas, culturais, esportivas e religiosas, por exemplo, vão estar a todo vapor, mas ainda assim é preciso manter distância, garantir que as mãos estejam limpas e zelar pela correta ventilação dos ambientes. Isso vale também para reuniões sociais: não há um limite de pessoas, apesar de as medidas de prevenção não deverem ser esquecidas.

Tá a fim de ir a um salão de festa ou participar de um baile? Lindo! Leve a sua carteirinha de vacinação (que comprove que a última dose foi recebida ao menos 14 dias antes do evento). Se não tiver, basta comprovar a primeira dose e ter em mãos teste RT-PCR ou de antígeno, realizado até 48h antes do evento. Em qualquer um dos casos, o resultado deve ser negativo. Baladas vão poder operar, desde que com capacidade de 50% do público – e só vai poder entrar quem estiver 100% vacinado contra a doença.

Grandes eventos, daqueles com mais de mil pessoas, também vão poder voltar, sabia? Só que, a partir da data, estarão limitados a 50% de sua capacidade.

Quer curtir a reabertura da Argentina?

A reabertura da Argentina te dá a chance de conhecer a bela região da Patagônia | Crédito: Shutterstock

A reabertura da Argentina te dá a chance de conhecer a bela região da Patagônia | Crédito: Shutterstock

Afinal, em quais países brasileiros podem entrar?
Quais países não exigem passaporte? A Argentina é um deles

Se animou a viajar, agora que ficou sabendo da reabertura da Argentina? É difícil dizer não para o doce de leite, para o tango e para os belos destinos do país vizinho ao nosso, né? Então faz assim: procure um(a) agente de viagens desde já e comece a tirar essa trip do papel. Isso porque essa é a forma mais segura – e mais gostosa! – de viajar.

Depois volte aqui pra contar pra gente o que você fez e o que você achou da experiência! Dessa forma você acaba tirando as dúvidas de um monte de gente 🙂

 
Fonte: https://www.segueviagem.com.br/blog/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *