Sem categoria

Reabertura Peru: tudo sobre Machu Picchu

Grande estrela do turismo peruano, Machu Picchu reabriu no dia 01/11/2020 e está preparada para receber os visitantes em total segurança. Maior sítio arqueológico da América Latina e também conhecida como “cidade perdida dos Incas”, fica localizado no topo de uma montanha de 2,4 mil metros de altitude, no Vale do Rio Urubamba, no Peru.

Ficou animado com a novidade? Então confira a seguir o que fazer, como chegar e também as medidas de segurança implantadas por lá! 

PARA COMEÇAR: AS MEDIDAS DE SEGURANÇA 

Para receber os visitantes com total segurança, a administração do sítio arqueológico, que estava fechado desde o início do período de isolamento social no Peru, está liberando o acesso de apenas 675 turistas por dia, o que equivale a 30% da capacidade total permitida. Fora isso, os grupos devem ser formados por, no máximo, oito pessoas incluindo o guia local, além de respeitar o distanciamento social. 

Atenção! Para entrar no país é preciso apresentar teste negativo para o novo coronavírus, realizado até 72h antes do embarque. Fora isso, é necessário preencher a ficha obrigatória da Declaración Jurada de Salud.

CONHEÇA MACHU PICCHU 

América do Sul - Machu Picchu – Peru | Crédito: Pedro Szekely

Machu Picchu – Peru | Crédito: Pedro Szekely

Construída no século 15, Machu Picchu é um símbolo do Império Inca e foi descoberta em 1911. Dispondo cerca de 30% da cidade original e o restante tendo sido reconstruído, conta com duas grandes áreas: a agrícola, formada principalmente por terraços e recintos de armazenagem de alimentos; e a urbana, nas quais se destacam a zona sagrada com templos, praças e mausoléus reais.  

Classificada pela Unesco como um Patrimônio Mundial e eleita uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno desde 2007, a cidadela encanta todos que a visitam com suas construções – templos, casas e cemitérios – distribuídas de maneira organizada, abrindo ruas e aproveitando o espaço com escadarias. Segundo a história inca, tudo foi planejado para a passagem do Deus Sol. 

COMO CHEGAR 

Para visitar o local e viver todo o misticismo da região, primeiro é preciso ir para Cusco, cidade com voos regulares a partir de Lima e de Arequipa, ambos com duração de uma hora. Tendo Cusco como principal ponto de partida, a maioria dos viajantes segue rumo a Machu Picchu dali, seja a pé ou sobre trilhos. Isso porque dá para fazer o caminho de trem até o povoado de Águas Calientes, que serve de base para os turistas, ou por meio das numerosas trilhas espalhadas pela região, como é o caso da Trilha Inca.  

Dica: como Machu Picchu conta com uma altitude de quase 2.500 metros do nível do mar, a respiração pode ser um pouco dificultada por conta do ar rarefeito. Por isso é aconselhável passar uma noite ou duas em Águas Calientes para se ambientar. 

O QUE FAZER? 

Machu Picchu – Peru | Crédito: Shutterstock

Machu Picchu – Peru | Crédito: Shutterstock

Dá para conhecer Machu Picchu de diversas formas. Uma delas é ver as ruínas e ficar andando por lá até observar tudo. Não é preciso preparo físico, mas cansa um pouquinho. Se for mais aventureiro, pode escolher subir duas montanhas, a Machu Picchu (sim, essa tem o mesmo nome!) e a Huayna Picchu. Para ambas, é preciso ter um pouco de preparo físico e muito cuidado, pois são subidas estreitas. 

E você, pretende embarcar em breve para Machu Picchu? Então não se esqueça de conversar com um agente de viagens para tirar todas as suas dúvidas e garantir uma aventura tranquila e segura. Depois volte aqui para contar como foi! Dessa forma você acaba ajudando outras pessoas 😉 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *